SinBiesp – Sindicato dos Bibliotecários, Cientistas da Informação, Historiadores, Museólogos, Documentalistas, Arquivistas, Auxiliares de Biblioteca e de Centros de Documentação no Estado de Sâo Paulo
Banner
Photo Photo Photo
Home

contribuicao

Incluir guia
Preencher com os dados do sindicato
Tipo de identificação: código sindical
CNPJ ou código da entidade: 01987
Grau da entidade: sindicato
*preencher somente esses 03 (três) campos e confirmar

  Continue e aparecerá:
  Geração de GRCSU para pagamento

  Confirmar se são os dados do sindicato dos
  bibliotecários e preencher com os dados pessoais
  e o valor do recolhimento. Melhor utilização no Internet Explorer

REMUNERAÇÃO

 

  • Profissionais de nível superior............................................R$ 3.149,00
  • Auxiliares de biblioteca e centros de documentação..........R$ 2.179,00
  • Pisos, são valores mínimos para os recém-formados, os novos integrantes na carreira
    • O reajuste corresponde a 3,28% - Período de vigência: 1º de setembro de 2019 à 31 de agosto de 2020
  • Contribuição Negocial 3% das novas remunerações não ultrapassando o teto de R$ 290,00
  • Para os demais consultar tabela. Clique aqui

O recolhimento da contribuição sindical, negocial ou associativa deve ser feito exclusivamente através de depósito bancário

Em caso de dúvidas, favor, entrar em contato através do e-mail: financeiro@sinbiesp.org.br ou pelo telefone 11 2111 1716 (de terça e quinta à partir das 13h) 

Depósito Bancário:

Caixa Econômica Federal

Agência 0254

Operação 003

C/C  166-6

CNPJ: 53 253 605/0001-50

Após efetuar o depósito envie o comprovante por e-mail para emitirmos a declaração de quitação


Profecia e inovação são desafios a serem vencidos se o movimento sindical deseja continuar com seu papel pelo bem comum, pontuou Francisco
“Não existe uma boa sociedade sem um bom sindicato. E não há um bom sindicato que não renasça todos os dias nas periferias, que não transforme as pedras descartadas da economia em pedras angulares. Sindicato é uma bela palavra que provém do grego syn-dike, isto é, ‘justiça juntos’. Não há justiça se não se está com os excluídos”

Que o patronato durma com um barulho destes!!!

 
Boletim nº 65
Ano 11 -  nº 65 / Novembro 2017

Prezados associados e demais colegas

Em nossa assembleia realizada em 02 de agosto, p.p., tratamos da pauta de reinvindicações com mais de cinquenta clausulas, também fizemos uma apresentação sobre a reforma trabalhista que entrou em vigor no dia 11 de novembro, por nosso advogado Dr.Delano Coimbra.

Desde então, começamos o processo de negociações com a classe patronal. São mais de cento e sessenta ramos de atividades diferentes, entre sindicato, federações e confederações patronais, que empregam nossa categoria - um processo burocrático dos mais trabalhosos. Se já anteriormente à reforma trabalhista o patronato se mostrava difícil, agora a arrogância se mostrou ainda mais presente. A maioria deles propõe redução do piso salarial. E isto não podemos aceitar. 

Os pisos são referencias para o ingresso do recém-formado à profissão. Finalmente fechamos a convenção coletiva de trabalho com a FECOMERCIO, que normalmente se estende para a maioria da categoria. O reajuste ficou com a inflação do período - INPC de 1.73% - os pisos foram para R$ 2.900,00 para nível superior e R$ 2.007,00, para os auxiliares, nível médio.

Não temos duvidas de que a reforma trabalhista que está entrando em vigor não beneficiará os trabalhadores. O Brasil não estava preparado para esta reforma. Há sim necessidade de uma ampla reforma trabalhista, mas não neste momento, muito menos da forma que foi feita. Antes desta, o País necessita de amplas reformas no judiciário, politica e sindical. O país estava caminhando para o pleno desenvolvimento, estávamos iniciando a jornada, que foi brutalmente interrompida pelo golpe de estado.

Mais do que nunca os sindicatos serão necessários e se não houver adesões em massa dos trabalhadores aos sindicatos de categoria profissional, como é o nosso, muitas profissões desaparecerão. Isto é fato. Tudo está em nossas mãos, para que tenhamos sucesso nas futuras negociações. SINDICATO FORTE, CATEGORIA FORTE, PROFISSIONAL FORTALECIDO!

Outra noticia importante é que o SinBiesp está preparando para divulgação uma série de novas atividades e benefícios para os associados. Teremos convênios com Seguro Saúde, uma nova empresa, com preços muito mais acessíveis, óticas, agencias de viagens com programação de excursões, como a FLIP, Biblioteca Nacional, outros), farmácias, cinemas, teatros, aulas de língua estrangeira, inglês e outras.

Também estamos ativando a livraria e a biblioteca com acervo pertinente às profissões que representamos, os associados poderão se cadastrar e levar livros por empréstimo. Em março, para presentear os bibliotecários, é previsto o lançamento do portal (site) - mais dinâmico - em que o associado terá senha para acessar determinadas informações, como por exemplo a bolsa de empregos.

É preciso que a sociedade entenda a importância da sindicalização, ela deve ser incluída em sua vida cotidiana, participar ativamente, visitar seu sindicato, se reunir, discutir, sugerir, saber e entender o que é cidadania. Neste momento mais do que nunca é preciso UNIÃO para garantir o mínimo de respeito e direitos da empregabilidade. Não é justo deixar nas mãos de poucas pessoas a luta para beneficiar toda uma categoria. Lembre-se que há inúmeros sindicatos, mas a representação legal de sua atividade perante a justiça do trabalho e a sociedade é unicamente do SinBiesp.

DIRETORIA SINBIESP

 
Atenção
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 5 de 13

PARA ASSOCIAR- SE

PARA ASSOCIAR- SE

Valor da anuidade 284,00.

Clique aqui p prencher cadastro e as condicoes p pagto.

JUSTIÇA DECRETA

JUSTIÇA DECRETA: QUEM NÃO CONTRIBUIR

COM O SINDICATO, NÃO TERÁ DIREITO

AOS BENEFICIOS DO ACORDO

Clique aqui para ler a integra

SINBIESP no Facebook

Parcelas do seguro

SEGURO DESEMPREGO 2019

 

Confira quais são as regras para acessar o seguro:

  • O trabalhador deverá exercer a atividade remunerada por 12 meses no mínimo, para solicitar o primeiro seguro;
  • Caso ele esteja solicitando pela segunda vez, deverá trabalhar no mínimo por 9 meses;
  • Se for solicitar pela terceira vez, precisará ter trabalhado por 6 meses.
 
CÁLCULO SEGURO DESEMPREGO 2019

 

Para fazer o cálculo do Seguro Desemprego 2019, é preciso:

  • O trabalhador precisa saber a média dos seus últimos três salários;
  • Para um salário de até R$ 1.450,23, multiplica-se o salário médio por 0,80 (80%);
  • De R$ 1.450,24 a R$ 2.417,29, o que passar de R$ 1.450,23 multiplica-se por 0,50 (50%) e soma-se o valor de R$ 1.160,18;

https://segurodesemprego.inf.br/

CONSULTE FGTS

consulta-saldo-fgts

Av. Nove de Julho, 40 - 6º andar - Conj 6F e 7º andar Conj 7G- CEP: 01312-000 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3242-0911 - Fax: 11 3237-1080